Pesquisas indicam que refrigerante diet aumenta risco de derrame e demência



A pesquisa ainda revela que a versão com açúcar desses refrigerantes não apresentam risco de desenvolvimento dessas doenças

Um estudo realizado pela Universidade de Boston e publicado na revista científica americana Stroke, indica que se bebermos diariamente uma lata de refrigerante diet podemos ter até três vezes mais chances de desenvolver demência ou sofrer um acidente vascular cerebral, comparando com quem não consume esse tipo de bebida.

Contrariando alguns estudos já realizados anteriormente, essa pesquisa ainda revela que a versão com açúcar desses refrigerantes não apresentam risco de desenvolvimento dessas doenças.

Matthew Pase, coordenador da pesquisa, afirma não se sentir surpreso com os resultados e sim com o fato de que o refrigerante adoçado com açúcar não apresenta risco para o desenvolvimento de doença vascular cerebral.

Por outro lado, os estudiosos assumem que não existe uma prova direta  de que a doença esteja diretamente associada ao uso frequente de refrigerantes diet.

De acordo com eles, a pesquisa se baseou com dados obtidos através de um questionário sobre hábitos e consumo de alimentos de um grupo de pessoas.

A pesquisa

Aproximadamente 4 mil indivíduos participaram do estudo e foram divididos em dois grupos, de acordo com a faixa etária.

O primeiro era composto por 2.888 adultos com mais de 45 anos, destinado a análise de incidência de derrame, e o segundo era de 1.484 pessoas, com idade igual ou superior a 60 anos, para analisar os casos demência.

A forma de coleta de dados foi através de questionários realizados pela  Framingham Heart Study, um projeto da Universidade de Boston que analisa doenças cardiovasculares.


Com base nas respostas, os responsáveis pela pesquisa fizeram um comparativo entre a quantidade de bebidas diet e normal consumida por cada integrante da pesquisa, entre 1991 e 2001.

Depois, foi realizado um comparativo entre as pessoas que sofreram derrame ou demência ao longo desses 10 anos.

Neste período, foram analisados 97 casos de acidente vascular cerebral, sendo que 82 isquêmico — resultado de obstrução de vasos sanguíneos – e 81 casos de demência, sendo que 63 deles eram compatíveis com Alzheimer.

O resultado foi que indivíduos que consumiam pelo menos uma lata de bebida diet diariamente possuíam mais 2,96 chances de sofrer um acidente vascular cerebral isquêmico e tinham mais 2,89 chances de desenvolver o mal de Alzheimer.

Outros estudos

Outro estudo da Northern Manhattan revela que o consumo diário de refrigerante diet pode aumentar o risco de acidentes vasculares, mas não o acidente vascular cerebral.

Já a Nurses Health Study and Health Professionals defende, através de pesquisas, que o consumo excessivo de bebidas diet está diretamente associada ao risco um derrame.

Conclusões

Como já foi dito, o resultado ainda precisa ser comprovado e discutido entre a comunidade científica.

Porém, é importante alertar que o refrigerante não é a bebida mais saudável para incluir na sua alimentação diária pois, mesmo sem considerar os casos extremos, como os apresentados pelo estudo, o mesmo não possui quase nenhum nutriente proveitoso para a nossa saúde.

Opte pelos sucos naturais e a água. Mesmo que você adore essa bebida gasosa, tente deixar o seu consumo para ocasiões especiais e aprecie-o com moderação.

Importante: as dicas do site não devem substituir uma consulta ao médico!



Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.