Como fortalecer a imunidade com uso do limão



As mudanças bruscas de temperatura que ocorrem principalmente no outono representam um grande desafio para a nossa saúde.  A prevenção é o melhor caminho para se proteger.

Nessa matéria destacamos alguns recursos simples para aumentar a imunidade e afastar o risco de adoecer ou também para usar como coadjuvante no tratamento de gripes e resfriados. Saiba como fortalecer a imunidade com uso do limão!

O limão possui um longo passado nas tradições médicas grega e hindu – este último representado pelo Ayurveda. Os antigos médicos gregos recomendavam a utilização do limão como tônico digestivo, desintoxicante e imunoestimulante.

Na alimentação, já é conhecida a importância da vitamina C presente principalmente nas frutas cítricas como acerola, laranja, entre outras. O limão é um poderoso antioxidante que combate os radicais livres e sua ação alcalinizante possui múltiplas funções.

O limão favorece a imunidade frente a infecções como gripes, resfriados, inflamação de garganta e mesmo exaustão imunológica; estimula a liberação de prostaglandinas e histamina, auxiliando a imunidade.

Além da Vitamina C, o limão possui rica estrutura química.  Seu consumo regular auxilia a digestão e, somado aos flavonoides, favorece a diurese, auxiliando na eliminação de líquidos e, consequentemente, redução de edemas.


Como fortalecer a imunidade com uso do limão

1-Ingerir um copo de água morna com limão todas as manhãs estimula a imunidade e o metabolismo, auxiliando na eliminação de toxinas.  Se preferir, adoce com uma colher de chá de mel que, além de ser nutritivo, auxilia no combate à mucosidade;

2 Fazer gargarejo com limão diluído num pouco de água morna alivia faringites e amigdalites.  Bochechos também são úteis no caso de gengivite;

Após o uso para tratar afecções bucais, recomenda-se fazer bochechos com água pura para que a acidez do limão não prejudique o esmalte dos dentes.

3- Para uma ação expectorante, pode-se fazer chá de limão à noite, antes de se deitar.  No caso de rinite ou sinusite, inalar o vapor do limão promove a desobstrução das vias respiratórias.

Recomendações:
O uso do limão deve ser evitado no caso de úlcera gástrica e esofágica.  Ao utilizá-lo, é preferível sempre diluí-lo num pouco de água.

Após manuseá-lo é preciso lavar muito bem as mãos antes de se expor ao sol, pois o sumo do fruto e da casca, sendo fotossensibilizante, pode provocar manchas e queimaduras.



Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.